Aprenda a fazer o seu próprio álcool gel para se proteger de vírus

Em meio ao surto de epidemias virais que estamos vivenciando atualmente, muitas pessoas começam a ficar preocupadas com a sua saúde. Já temos casos confirmados de doenças no Brasil, o que torna tudo ainda mais agravante. O que será que eu posso fazer para me proteger? Será que o isolamento total é a melhor solução?

É claro que não! Porém, cautela em lugares públicos e muito movimentados é essencial. Evite aglomerações de pessoas, não compartilhe itens de higiene (toalhas, lenços, escovas etc.) com outras pessoas e tenha sempre à mão o seu álcool gel.

Falando nele, você sabia que pode criar o seu próprio higienizador de mãos em casa? Usando alguns ingredientes simples e que podem ser facilmente encontrados no supermercado, você pode criar o seu próprio álcool gel e se proteger dos surtos virais e qualquer outra doença que possa surgir no futuro.

Neste artigo, você vai conhecer um passo a passo de como fazer o seu próprio álcool gel e porque esse material é eficiente para te salvar de contrair essa doença.

Por que o álcool gel é eficiente?

Como fazer seu próprio álcool gel

Algumas pessoas mal-intencionadas estão compartilhando vídeos que desmentem a eficácia do álcool gel na higienização das mãos. Não caia nessa mentira! É fake news!

O uso de álcool gel para higiene das mãos como prevenção a qualquer vírus é eficaz. Em nota, o Conselho Federal de Química (CFQ) criticou a disseminação de fake news por meio de um vídeo, com informações equivocadas e incorretas a respeito do emprego do álcool gel, divulgado por um “químico autodidata”.

Assinada pelo presidente da entidade, José de Ribamar Oliveira Filho, a nota do conselho esclarece que o álcool etílico (etanol) é um eficiente desinfetante de superfícies/objetos e antisséptico de pele. “Para este propósito, o grau alcoólico recomendado é 70%, condição que propicia a desnaturação de proteínas e de estruturas lipídicas da membrana celular, e a consequente destruição do microrganismo”.

Como o álcool gel pode te proteger?

Como fazer seu próprio álcool gel

Segundo o CFQ, o etanol age rapidamente sobre bactérias vegetativas (inclusive microbactérias), vírus e fungos, sendo a higienização equivalente e até superior à lavagem de mãos com sabão comum ou alguns tipos de antissépticos. O conselho lembra que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) tornou obrigatória a disponibilização de preparação alcoólica (ou sua versão em gel) para fricção antisséptica das mãos pelos serviços de saúde do país.

A entidade lembra que a Organização Mundial de Saúde (OMS) emitiu uma orientação sobre a eficácia da utilização de álcool gel como medida preventiva e mitigatória ao Covid-19, tanto nos setores da saúde quanto para a comunidade.

Como fazer o seu álcool gel

Como fazer seu próprio álcool gel

A água com sabão ainda é o melhor e mais tradicional recurso para manter as mãos limpas, mas há situações nas quais não dá para ter uma pia ao alcance. O álcool em gel é uma solução ótima para esse dilema e pode ser levado para qualquer lugar. Além disso, é extremamente fácil prepará-lo em casa.

A preparação do álcool em gel caseiro é uma atividade excelente tanto para crianças quanto para adultos e, além disso, é possível economizar dinheiro e ter um bom produto que protege você e sua família dos germes. Frascos pequenos podem até servir como ótimos presentes.

Na próxima página, você vai conhecer os ingredientes necessários para fazer o seu próprio álcool gel.

Ingredientes para o álcool gel

Como fazer seu próprio álcool gel

Os produtos necessários para fazer álcool em gel para mãos são comuns, então é provável que você já tenha todos eles em casa. Caso não tenha, é possível encontrá-los facilmente em drogarias ou supermercados. Você vai precisar de álcool isopropílico com concentração de pureza de no mínimo 91% e de Aloe vera em gel puro.

  • Para que a eficácia do álcool caseiro seja equivalente à dos disponíveis no mercado, o produto final deve ter cerca de 65% de álcool. Ao utilizar o álcool isopropílico com pureza de 91%, já dá para obter algo em torno dessa quantia.
  • Escolha o álcool isopropílico com concentração de 99% se você conseguir encontrá-lo. Não é necessário que seja esse, mas ele aumenta o potencial germicida do produto final.
  • O Aloe vera em gel também é encontrado em várias opções de concentração diferentes. Basta verificar o rótulo para saber o teor de concentração se você quiser comprar o Aloe vera mais concentrado possível. A característica não altera a eficácia do produto, mas, ao utilizar o Aloe vera mais puro, garante-se que a solução tenha uma adição menor de produtos químicos.

Modo de preparo

Como fazer seu próprio álcool gel

Os utensílios necessários são itens caseiros muito comuns, o que facilita ainda mais o processo. Você vai precisar de uma tigela limpa, de uma espátula (ou de uma colher), de um funil e de um frasco de sabão ou de sabonete líquido. É possível usar qualquer tipo de recipiente desejado contanto que ele tenha uma tampa caso não se tenha um frasco vazio ou de refil à mão.

Coloque 2/3 de xícara de álcool isopropílico e 1/3 de xícara de Aloe vera em gel na tigela. Use a espátula (ou colher) para mexer bastante até que os ingredientes fiquem completamente homogêneos. É possível utilizar um processador de alimentos caso você não queira misturar manualmente em uma tigela.

Preparando o frasco certo

Como fazer seu próprio álcool gel

Use um funil para despejar a solução da tigela dentro do frasco escolhido. Coloque a válvula dosadora ou a tampa no frasco. Agora você tem seu produto final e já pode usá-lo imediatamente. Essa solução pode ser conservada por seis meses ou mais. Guarde-a em uma prateleira fora do alcance da luz solar a fim de prolongar a validade o máximo possível.

Ponha a solução em frascos pequenos que possam caber na bolsa, mochila ou pasta para você usar em qualquer lugar. Guarde a embalagem do álcool em gel comprado para reaproveitá-la mais tarde, pois ela é perfeita para tal uso.

Geralmente é possível encontrar frascos novos e vazios desse tamanho em supermercados. Procure no corredor de produtos de higiene pessoal e veja embalagens do tamanho apropriado para viagem.

Usando o álcool da forma certa

Como fazer seu próprio álcool gel

Existe uma maneira correta de usar o álcool em gel e assim obter a eficácia máxima do produto. Antes de começar, as mãos devem estar livres de resíduos ou de sujeira visível. O produto para desinfecção não serve para remover esse tipo de sujeira.

Use uma porção de álcool em gel mais ou menos do tamanho da palma da mão e esfregue rapidamente uma mão na outra por 20 a 30 segundos, sem deixar de passar o álcool debaixo das unhas, entre os dedos, nas costas das mãos e nos pulsos.

Deixe o álcool secar completamente sem usar toalha e não enxague as mãos depois. Assim que o produto secar totalmente, o processo está completo.

Medidas preventivas

O Ministério da Saúde recomenda como medidas de prevenção ao novo vírus:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, ou usar desinfetante para as mãos à base de álcool quando a primeira opção não for possível;
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes;
  • Ficar em casa quando estiver doente;
  • Usar um lenço de papel para cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar, e descartá-lo no lixo após o uso;
  • Não compartilhar copos, talheres e objetos de uso pessoal;
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Outros cuidados importantes são manter ambientes bem ventilados e higienizar as mãos após tossir ou espirrar. O ministério explica que não há nenhum medicamento, substância, vitamina, alimento específico ou vacina que possa prevenir a infecção pelo novo vírus.

Denuncie as fake news

O CFQ afirmou ainda que não reconhece como válida a denominação de “químico autodidata” ou a de pessoas que atuem nas atividades da química sem o devido registro profissional.

Segundo a entidade, a falta do registro configura infração tipificada no artigo 47 da Lei de Contravenções Penais (3.688/41) como exercício ilegal da profissão – sem prejuízo de enquadramento em outras normas legais.

Constatadas irregularidades no que tange à qualificação e ao registro profissional, o conselho vai oferecer denúncia junto ao Ministério Público, observando a devida proteção à população.

Fonte

Link deste artigo: https://ultrabuzz.com.br/como-fazer-alcool-gel/